Despiste ditou a desistência no Rali de Portugal

O Rali de Portugal até começou bem para Joaquim Alves, que com a vitória na super-especial de Lousada foi o primeiro líder da prova, que contou para o Campeonato de Portugal de Ralis (CPR). Contudo, logo na segunda classificativa (Viana do Castelo 1) foi forçado a abandonar.

No rescaldo, o piloto do Skoda, navegado por António Costa, explicou que um incidente acabou por ditar o desfecho inglório, mas sem se deixar desmotivar está já com o pensamento focado na ronda que se segue, o Rali do Vidreiro:

"De facto, depois do excelente arranque em Lousada, apostámos em entrar bem no primeiro troço do dia, Viana do Castelo. Infelizmente, um toque de traseira, seguido de uma saída de estrada, ditou o fim desta nossa participação no Rali de Portugal. Agora, temos de recuperar e pensar já no próximo rali”.


Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário