Ferry resolve dificuldades do RVM?

O tão desejado ferry para efetuar ligações entre a Madeira e o Continente, aparenta estar bem encaminhado, deixando assim de ser um transtorno no transporte das viaturas e restante logística tendo em vista a participação dos concorrentes forasteiros no Rali Vinho Madeira. Segundo um vasto leque de informações avançadas nos Órgãos de Comunicação Social Regionais, a linha irá entrar em funcionamento no final do mês de Junho, início de Julho, com a operação a ser efetuada por um navio pertencente à companhia espanhola Naviera Armas, mas será a Empresa de Navegação Madeirense, que integra o universo do Grupo Sousa, a proceder ao afretamento do ferry.

A ausência deste tipo de deslocação muitas vezes colocada em cima da mesa como uma “pedra no sapato” para a organização do Club Sports Madeira, e que invalidava a presença de mais equipas estrangeiras, ou até mesmo continentais, devido aos constrangimentos logísticos, poderá estar de uma vez por todas sanado. Se o processo de concessão da linha marítima entre Funchal e Portimão avançar, qual será o entrave para não voltarmos a ter uma das mais prestigiadas provas a nível mundial? Pois bem, fica aqui questão, que em vésperas da realização da prova teremos uma resposta concreta por quem de direito!
Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário