61 inscritos no Rali Vinho da Madeira 2018

É sempre uma presença muito aguardada pelos adeptos do automobilismo madeirense: Giandomenico Basso está de regresso ao Rali Vinho da Madeira, após se terem definidos todos os pormenores, esta semana, que garantem a presença do piloto italiano, ao volante do Hyundai I20 do português Carlos Vieira (vítima de um acidente no Rali Vidreiro, no mês passado e que, por isso, não estará em competição).

Basso está entre os 61 concorrentes inscritos para a 59.ª edição da prova madeirense, que vai para a estrada nos dias 3, 4 e 5 de agosto e que apesar de não ter muitos pilotos estrangeiros inscritos, promete muita luta na estrada.

Não foi possível trazer outros pilotos, com quem estivemos em conversações, devido ao custo elevado associado a toda a logística e transporte. Vir à Madeira não é o mesmo que se deslocar ao centro da Europa. O ferry é uma vantagem, mas este ano não chegou ainda na altura ideal para tirarmos todas as mais valias que pode trazer para este rali. Para o ano, se conseguirmos definir esta questão mais cedo, vamos seguramente ter algumas surpresas”, afirmou José Paulo Fontes, esta tarde, em conferência de imprensa, que decorreu na Empresa de Cervejas da Madeira.

O presidente da Comissão Organizadora do RVM revelou que o belga Joachim Wagemans é o outro estrangeiro em prova e é um dos 16 concorrentes que vão estar a competir com uma viatura R5. Acrescente-se, em jeito de curiosidade, que estarão em prova 3 Hyunday I20, 3 Citroen DS3, 1 Citroen C3, 5 Skoda Fabia.

Entre os inscritos, encontram-se também os principais pilotos portugueses. Sete classificados no top 10 do Campeonato Nacional de Ralis estarão na Madeira, entre eles, José Pedro Fontes, Armindo Araújo, Miguel Barbosa, Pedro Meireles e João Barros.

Para dar luta na estrada estarão os pilotos madeirenses. Alexandre Camacho, Miguel Nunes e João Silva, por exemplo, já mostraram que podem lutar por um lugar no pódio e, com o conhecimento que têm das estradas regionais, outras equipas poderão certamente oferecer emoção e espetáculo na estrada, entusiasmando os muitos adeptos do desporto automóvel que todos os anos acompanham, bem de perto, o Rali Vinho da Madeira.

Temos bons pilotos, teremos certamente uma boa moldura humana, esperemos que seja uma grande festa, feita e vivida em segurança, com uma boa imagem turística e muita competitividade na estrada”, realçou José Paulo Fontes.

Foto: André Ferreia / It´s Time
Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário