Rui Jorge Fernandes otimista para o Rali do Marítimo

Na última prova do Campeonato da Madeira de Ralis, o Rali da Calheta, Rui Jorge Fernandes e Mariano Freitas, não estiveram isentos de alguns problemas mecânicos no Mitsubishi Lancer Evo IX, e como tal, aproveitando de certa forma a paragem do campeonato devido ao adiamento do Rali de Santa Cruz, a equipa aproveitou para melhorar alguns componentes mecânicos para o Rali do Marítimo.

Em conversa com o MaisRalis, o piloto da Camacha considera que “para este rali, a equipa parte com otimismo após ter melhorado alguns componentes mecânicos no Mitsubishi Lancer Evo IX, esperamos assim andar mais perto dos restantes Mitsubishi”, sabendo dentro de mão que para a prova verde-rubra “vamos para a estrada com poucas ilações do que são os troços, pois o ano transacto desistimos logo na segunda prova especial de classificação do dia, o que não nos permitiu rodar ao ponto de conhecê-las. Esperemos que haja boa e rápida adaptação às modificações feitas no “setup” do carro bem como as Pec's para que possamos andar junto da concorrência.” 

O jovem piloto aproveita para expressar o seu agradecimento “em especial destaque como é habitual a AutoCam, ExpressGlass, Irmãos Leça & Freitas e Grupo Achada FisioClinic.”

Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário