Vitória esmagadora de Dinarte Nóbrega na Rampa do Santacruzense

Dinarte Nóbrega imparável na 5ª Rampa do Campeonato. Depois de 2016 Ricardo Reis ter vencido a Rampa Sporting SantaCruzense, este ano, e com a ausência do mesmo, foi a vez de Dinarte Nóbrega ter alcançado o lugar mais alto do pódio. 

Com 21 pilotos à partida, a Rampa Sporting Santacruzense teve como vencedor Dinarte Nóbrega, num Semog Evo. O piloto do Kart Cross assumiu desde a primeira subida de treinos o lugar mais alto do pódio, não deixando a concorrência aproximar-se. Nelson Andrade, também num Semog Evo, ocupou o segundo lugar, terminando a 11.1 segundos do vencedor. Andrade que na última subida oficial fez o melhor tempo, mas mesmo assim não sendo suficiente para tirar a vitória a Nóbrega. António Giestas, num BRC CM 02, ocupou o lugar mais baixo do pódio, ficando a 02.5 segundos de Andrade e a 13.542 segundos de Nóbrega. Até à quarta subida oficial o terceiro lugar era ocupado por Paulo Mendes, a bordo de um Porsche 991 GT3.

O piloto do Porsche 991 GT3 aproveitou esta rampa para testar as alterações de suspensão do seu Porsche. Esta foi a terceira prova que o piloto conduziu o 991 alemão, estando ainda a conhecer as potencialidades do novo carro.

No que respeita ainda aos KartKross´s, Greg Faria e Ricardo Alves encerraram as contas, tendo ocupado o quinto e sexto lugar, sucessivamente.  Ricardo Alves, apesar do toque na quarta subida oficial, conseguiu arranjar o bólide, e terminar a prova, amealhando importantes pontos para o Troféu Regional de Rampas AMAK 2018.

Nas duas rodas motrizes (2RM), Dinarte Baptista conquistou a vitória. O piloto regressou à competição, depois do toque no Rali Vinho Madeira, a bordo do seu competitivo Renault Clio R3, terminando a 31.8 segundos do vencedor, Dinarte Nóbrega. 

Mesmo com a ausência do piloto que tem animado este ano o Troféu Rampas e o Campeonato Regional de Ralis, Cláudio Nóbrega, o espetáculo foi garantido pelo piloto José Jarimba, a bordo de um Toyota Starlet (a representar o carro de segurança), proporcionando grandes aplausos a cada curva que abordava. 

Dos 21 pilotos à partida desta rampa, apenas 15 chegaram ao final, sendo as desistências marcadas por avarias mecânicas. 

Com mais uma vitória, a segunda da época, Dinarte Nóbrega assume-se, mais uma vez, como potencial vencedor do Troféu Regional de Rampas AMAK, faltando apenas duas rampas para fechar as contas de 2018. 

O Troféu Regional de Rampas AMAK regressa à costa norte da Ilha, nos próximos dias 12 e 13 de outubro, para a Rampa do Porto Moniz. 

Celso Teixeira
Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário