WRC: Sébastien Ogier carimba a vitória no Rallye de Monte Carlo

Aí está a sexta vitória de Sébastien Ogier em Monte Carlo. Regresso à Citroën coroado com uma saborosa vitória na prova monegasca,  numa intensa luta que manteve até à derradeira prova especial de classificação com Thierry Neuville. O terceiro lugar, posição essa que também foi alvo de uma grande luta entre três pilotos, acabou por cair para o lado de Ott Tanäk.

Apesar de um pequeno problema com o acelerador do seu Citroën C3 WRC a vitória não fugiu a Ogier, com a diferença de 2.2 segundos a cotar-se como a mais pequena de sempre na história do Rali de Monte Carlo. Thierry Neuville realizou um grande rali, mas não foi capaz de acabar com a era Sebastiânica do Monte Carlo, que se estende desde 2007. Para Ogier, venceu aqui com o Volkswagen Polo R WRC entre 2014 e 2016, com o Ford Fiesta RS WRC em 2017 e 2018 e agora com o Citroën C3 WRC.

Ott Tanak terminou no terceiro lugar, numa prova que liderou na sua fase inicial até que um furo o fez perder mais de dois minutos, isto quando já tinha perdido 28 para os dois homens da frente. Desde aí venceu troços atrás de troços e do sétimo lugar recuperou até ao lugar mais baixo do pódio.

Grande regresso de Sébastien Loeb, que apenas com um dia de testes num carro e equipa novos, assegurou o quarto lugar depois de uma boa luta com Jari-Matti Latvala. O francês mostrou que a Hyundai pode contar com ele para a luta dos Construtores, e com testes e maior adaptação ao carro, pode esperar muito mais do francês.

Jari-Matti Latvala terminou o rali em quinto, não conseguindo bater Loeb. Ficou apenas a 1.7s segundos, ficando claro que o Toyota Yaris WRC está muito forte, já que apesar dos problemas de Tanak e Kris Meeke, todos os três carros terminaram no top 6 da prova.

Em atualização...

Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário