WRC: Sébastien Ogier conserva liderança em Monte Carlo

Terminado o terceiro dia de competição do Rallye de Monte Carlo, Sébastien Ogier conseguiu manter a liderança da prova, e até de certa forma alargou a diferença para o segundo classificado, Thierry Neuville. A luta pela vitória mantém-se em aberto para o derradeiro dia de prova, com a diferença entre o francês e o belga cifra-se nos 4.3 segundos. 

Outra interessante luta a acompanhar é pelo lugar mais baixo do pódio entre três potenciais pilotos, Sébastien Loeb, Jari-Matti Latvala e Ott Tanäk. No fim desta etapa a vantagem está do lado do francês da Hyundai, ocupando o terceiro lugar, mas a escassos 2.3 segundos para o seu oponente finlandês. Latvala é desde o dia de ontem o melhor da Toyota no quarto lugar, mas agora tem na sua cola o seu companheiro de equipa, Ott Tanäk. 

O estónio esteve ao longo desta etapa em grande plano, vencendo todas as 4 provas especiais de classificação desta etapa, e não fosse o furo de ontem, de certo que teríamos Tanäk a lutar pela vitória na prova.

Isolado no sexto lugar está Kris Meeke, que com a desvantagem para a posição seguinte de mais de 3 minutos, tem apenas que levar o Toyota à meta, e angariar importantes pontos para o campeonato de construtores. 

Infortúnios a registar no dia de hoje para dois pilotos. Primeiro Andreas Mikkelsen que lutava pelo terceiro lugar, deu uma traseirada com o i20 R5 perto da meta da PEC9, arrancando a roda do lado traseiro esquerdo do Hyundai, o que obrigou o norueguês a abandonar. Depois foi a vez de Elfyn Evans, que numa sequência de curvas rápidas foi vítima do gelo negro no asfalto, levando o Ford a sair a grande velocidade pela mata, deixando o Fiesta muito mal tratado. Recorde-se que até então o britânico era o melhor representante da M-Sport, depois das desistências e consequentes regressos em Super Rally por parte de Temmu Suninen e Pontus Tidemand. Um arranque de temporada algo frustrante para a equipa liderada por Malcolm Wilson.

Outra desistência a registar nesta terceira etapa, a de Esapekka Lappi, que havia regressado hoje em Super Rally após abandono no dia de ontem devido problemas de suspensão no C3 WRC, o finlandês voltou a ter problemas na máquina francesa,  desta feita a nível de motor.

Se o WRC2 Pro não tem tido história, o WRC2 não está muito diferente, ainda que atrás do líder tenham existido várias alterações. Yoann Bonato (Citroën C3 R5) lidera confortavelmente a prova com mais de dois minutos de avanço para Guillaume de Mevius (Citroën C3 R5). O francês raramente foi incomodado, pois os seus rivais encontraram muitos dificuldades nas zonas de asfalto cobertas de gelo.

Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário