Madeira, Rampa da Ponta do Sol: Dinarte Nóbrega carimba vitória nos Canhas

Dinarte Nóbrega venceu a prova inaugural do Troféu Regional de Rampas AMAK 2019, a Rampa da Ponta do Sol. Foi na derradeira subida que o piloto do Semog Bravo carimbou a vitória final, batendo o até então líder António Giestas por apenas 3 segundos. A tripular o BRC CM 02, Giestas foi sempre o principal adversário de Nóbrega ao longo do dia, tendo saltado para a liderança na penúltima subida oficial da prova, mas seria sol de pouca dura, isto porque o campeão voltou a galgar para a liderança. Gil Freitas não teve argumentos para contrariar os protótipos, levando o Porsche 991 GT3 ao terceiro lugar final a 5,3 segundos do vencedor.

Por entre os Kartcross´s, Nelson Andrade, Greg Faria, Miguel Sousa e José Romero terminaram no quatro, quinto, sexto e sétimo lugar, sucessivamente. Por entre os Citroën DS3 R1, a dupla Filipe Silva/Guilherme Coelho levaram a melhor por entre a concorrência, terminando a rampa num 21º lugar à geral. Bruno Coelho/Paulo Coelho e Marco Marote/André Camacho, em viaturas idênticas concluíram a prova, terminando no 22º e 23º lugar. 

Quem também fez uma prova irrepreensível foi Miguel Andrade/Bruno Gouveia com o Renault 5 GT Turbo, assistido pela MotorLobos Competições. Na época transata, o piloto já tinha deixado boas indicações das evoluções que a viatura foi alvo. Terminaram no oitavo lugar à geral, deixando, à sua trás, viaturas bem mais competitivas.

Termina no nono lugar António Abel/Luís Neves com o seu Toyota Célica GT Four. Fecha o TOP 10, Ilídio Sardinha/Énio Andrade com o Citroen C2 R2. A equipa aproveitou a rampa para averiguar se a viatura está pronta para iniciar mais um Campeonato Regional de Ralis, que inicia já no próximo mês de março. 

Destaque para João Nunes que este ano irá pilotar o Toyota Corolla AE86 do seu pai, Paulo Nunes. O jovem piloto termina a Rampa organizada pelo Clube Desportivo do Nacional no 11º lugar. Na estreia da nova viatura, Edgar Sousa levou o Citroën C2 à 13º posição, ficando na segunda posição por entre os C2. Tal como outros pilotos, a equipa assistida pela Team NP Publicidade foi à Rampa para testar e ganhar um maior conhecimento da viatura para se apresentar mais competitivo logo na primeira prova do campeonato regional.

Kamran Lamba ontem publicou no Facebook da sua equipa “CIX CORSE” que não era possível estar à partida da rampa, devido a problemas elétricos. Ainda assim, e com a persistência da equipa, Lamba, o seu copiloto Tiago Fernandes e toda a sua equipa conseguiram colocar o carro apto para a Rampa e termina no 27º lugar. 

Num total de 48 equipas, quatro não conseguiram terminar. Três do troféu de rampas e uma outra equipa dos históricos. 

No troféu rampas, Luís Pereira/Marco Leça desistiram logo na segunda subida de treinos, com o Citroen DS3 R1 a apresentar problemas mecânicos. Não foi positiva a estreia do piloto no desporto motorizado. Na terceira subida, primeira oficial, César Sousa/Graça Sousa não conseguiram terminar a subida, também com problemas mecânicos no Toyota Yaris. José Gualberto Dias foi também um dos desistentes da primeira rampa da época, com problemas no Datsun 1200. Nos históricos, a dupla António Ornelas e Helena Ornelas venceram, a bordo do Toyota Corolla. A dupla nesta rampa teve que se aplicar para conseguir levar a melhor, já que Alberto Rosário/Carla Pestana estavam também na luta pelo primeiro lugar. Ainda assim, na última subida, esta dupla teve uma saída de estrada e permitiu a António Ornelas vencer por entre os históricos. Nesta rampa, fecha o pódio Numásio Silva/João Gonçalves, com o BMW 1602.

Nesta rampa, das dez equipas inscritas, nove terminaram. Alfredo Pereira/Leonardo Sargo desistiram logo na primeira subida oficial com problemas mecânicos no Alfa Romeo. 

Texto: Celso Teixeira 

Classificação final (Não Oficial)

Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário