ERC, Rali dos Açores: Lukyanuk soma e segue no segundo dia

Nova vitória de Alexey Lukyanuk na nona classificativa do Rali dos Açores, que deixa o homem do Citroën com 38 segundos de margem no topo da prova inaugural do Europeu de Ralis (ERC). O seu principal perseguidor continua a ser o luso Ricardo Moura, que perdeu algum tempo face a Łukasz Habaj na luta pelo segundo lugar. Na segunda passagem por Vista do Rei/Feteiras, Lukyanuk gastou menos 2,9s do que Pierre-Louis Loubet (Skoda) a cumprir os 8,28km cronometrados. Habaj foi autor do terceiro melhor tempo 1,4s acima de Moura, com o açoriano do Skoda a ver assim o rival polaco ficar mais perto do seu segundo posto.

Por outro lado, passou a estar a 38 segundos de Lukyanuk. Chris Ingram (Skoda) encerrou o lote dos cinco mais rápidos do troço e passou para quinto da geral por troca com Marijan Griebel (Volkswagen), tendo à sua frente Loubet. Bruno Magalhães, em Hyundai, fez o sexto tempo na frente dos Skoda de Luís Rego e Ricardo Teodósio. Assim, o lisboeta continua a ser o segundo do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) à frente de Teodósio – e primeiro dos que têm previsto participar na época inteira.

Rego, por seu turno, voltou a distanciar-se de Bernardo Sousa nas contas do Campeonato dos Açores de Ralis (CAR), sendo agora 1m06,01s a separar os dois participantes no Regional. Mais abaixo, Aloísio Monteiro – o único português que compete este ano no ERC – ficou em 15.º na PEC 9 e assim conseguiu ascender a 17.º na classificação geral.

Pedro Antunes (Peugeot) perdeu 2,5s para Efrén Llarena (Peugeot) na luta pela vitória no ERC 3 e ERC 3 Junior, mas mesmo assim continua no encalço do espanhol a apenas 7,6s de distância. Na ERC Nations Cup, Monteiro passou a ser o melhor português em terceiro logo na frente de Antunes e a 2m32,1s do líder Vojtěch Štajf.

Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário