WRC, Rali da Argentina: Mundial ruma à América do Sul

Os três principais candidatos ao título vão ter pela frente um teste exigente nas difíceis especiais de terra argentinas. Depois da Córsega, o panorama do mundial está ao rubro, com os três primeiros classificados separados apenas por cinco pontos.

A Hyundai sai na frente para o Rali da Argentina, liderando entre os construtores, e com Thierry Neuville no comando da classificação dos pilotos. O piloto belga, com 82 pontos, tem apenas 2 de vantagem para Sébastien Ogier em Citroen e 5 em ralação a Ott Tanak em Toyota. Diferenças demasiado curtas, acontecendo o mesmo entre os construtores, com a Hyundai a liderar com 114 pontos, perante a Citroen com 102 e a Toyota com 98.

Já a M-Sport Ford está mais distante, totalizando 70 pontos. Mas a dureza típica dos troços argentinos poderá ser favorável à grande experiência e calculismo do campeão do mundo, que adota toadas selecionadas, consoante as características de cada especial. As necessárias cautelas em troços tão demolidores, não irão por certo fugir aos ritmos de Neuville e Tanak, que também terão de pensar nos pontos, sendo por isso possível assistir a ritmos mais demolidores por parte de pilotos que não estão no atual pódio do WRC, como Meeke e Latvala por parte da Toyota, Sordo e Mikkelsen pela Hyundai, Lappi da Citroen, e até mesmo os Ford de Evans e Suninen.

A prova Argentina, com base em Villa Carlos Paz, perto de Córdoba, vai contar com 18 especiais de classificação divididas por três dias e três zonas com características diferentes de piso. Estão inscritas apenas 27 equipas e 10 carros da categoria WRC, onde o duelo entre o trio Neuville, Ogier e Tanak vai atrair as atenções, sendo de esperar que as estratégias de equipa tenham um papel fundamental.

O WRC vai de viagem para a América do Sul durante 15 dias. Na Argentina entre 25 e 28 de abril, logo seguido do Rali do Chile de 9 a 12 de maio, antes da entrada na Europa, com o Vodafone Rally de Portugal entre 30 de maio e 2 de junho

Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário