Madeira, Rali da Calheta: Todos os condimentos para o sucesso da edição 18


Competitividade deverá ser a palavra de ordem no Rali da Calheta, organização do Club Sports da Madeira que estará na estrada a 6 e 7 de maio. O rali disputado na costa sudoeste da ilha reuniu na lista de 35 inscritos, um importante crescimento em relação à prova de abertura da temporada, um lote de concorrentes e viaturas que fazem prever grande emoção nas estradas percorridas pelas nove classificativas do programa.

A encabeçar o rol surge o campeão Miguel Nunes com um Skoda Fabia Rally2 Evo, seguido de Alexandre Camacho ao volante do Citroën C3 Rally2 com que alinha este ano. A grande novidade, contudo, é o regresso de Pedro Paixão, agora navegado por João Paulo, ao volante de um Hyundai i20 R5 com que tentará fazer frente ao duo de pilotos que tem monopolizado as atenções nos últimos anos. Para além destes, também José Camacho estará à partida com uma viatura Rally2, Peugeot 208 T16, enquanto Rui Pinto surge inscrito com o Ford Focus RS WRC.

A atrair os muitos espetadores aguardados na Calheta estarão também os Porsche 991 GT3 de Filipe Freitas e Paulo Mendes, tradicionalmente muito rápidos naquela zona da ilha. Na discussão dos melhores lugares pontuáveis estarão igualmente Rui Jorge Fernandes com o habitual Renault Clio R3T e Dinarte Batista com um Renault Clio R3. Para além disso, o público também poderá contar com as prestações dos concorrentes com três viaturas Rally4, quatro carros R2 ou o espetacular Datsun 1.200 de Cláudio Nóbrega. O Rali da Calheta também será animado entre os últimos carros em prova pois à partida deverão se apresentar nada menos que seis equipas com Toyota Yaris e ainda três pilotos com Citroën DS3 R1.



Rali da Calheta há 18 anos nas estradas do concelho:

A edição do Rali da Calheta a realizar no próximo fim de semana, foi hoje apresentada no Salão Nobre da Câmara. Presente no evento, o diretor da prova, Filipe Sousa,, referiu-se de forma detalha ao itinerário do rali, lembrando que durante o dia de hoje foram feitos os reconhecimentos pelos pilotos inscritos.

Em nome do Club Sports da Madeira, clube organizador, falou o seu presidente, José Paulo Fontes, que aproveitou o momento para agradecer o empenho do município calhetense e o seu apoio na montagem do Rali da Calheta. Aquele dirigente elogiou também o papel de todos os patrocinadores e parceiros da prova, nomeadamente a Empresa de Cervejas da Madeira, da Madeira Parques Empresariais, PT Altice, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Calheta, Tecnovia da Madeira e Auto Crescente. Referindo-se ao concelho da Calheta o presidente do CSM considerou-o uma centralidade de referência no que diz respeito ao desporto, mas também no Turismo da Madeira. Por estas razões disse esperar uma forte presença de amantes do automobilismo, a exemplo do que tem acontecido em todas as edições da prova.

Em representação da Câmara Municipal da Calheta, o vereador Aleixo Abreu enalteceu o trabalho do staff do Club Sports da Madeira e, dirigindo-se à população do seu concelho, solicitou a compreensão sempre manifestada aos eventuais transtornos durante a realização do rali. Destacou ainda que este concelho tem traçado ao longo dos anos um projeto de desenvolvimento sempre virado para o futuro e um exemplo é esta parceria com o Club Sports da Madeira.

Diretor regional do desporto, David Gomes recordou que os ralis são a rainha dos desportos no arquipélago e que este evento, disputado num concelho que soube ser centralidade, é um espetáculo gratuito disponível não só para os muitos amantes da modalidade como para toda a população e forasteiros que nos visitam.

Share on Google Plus

MaisRalis

Envie suas noticias para maisralis.madeira@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário